Minha carreira - Primer RH

5 motivos para contratar temporários

13 de novembro de 2018

Nas épocas mais movimentadas do ano, como Dia das MãesNatalPáscoa ou Dia dos Namorados, é normal que as vendas aumentem, tornando-se necessário reforçar o quadro de funcionários para conseguir atender todas as demandas. Ter um bom e rápido atendimento pode te trazer muitas vantagens e lucro.

Saiba que para demandas sazonais é possível que as empresas façam contratos temporários com alguns funcionários. Estes profissionais estão cientes de que farão parte da equipe por tempo determinado e a empresa ganha uma força extra por quanto tempo precisar. Elencamos cinco motivos para contratação de temporários. Confira!

1. Fim da sobrecarga dos funcionários:

Ao contratar profissionais temporários nos períodos mais movimentados você evita que seus funcionários fixos fiquem sobrecarregados, pois este acúmulo de funções prejudica a qualidade do trabalho executado, o que pode acarretar na insatisfação do cliente final. Já abordamos em nosso blog os motivos para investir na qualidade de vida dos seus funcionários, e como esta prática está ligada com o sucesso de sua organização.

Esse tipo de contratação também vale para situações em que um funcionário efetivo precisa se ausentar temporariamente por motivos de saúde, maternidade, férias ou fatores adversos. Ao invés de acumular funções de outro colaborador, você pode contratar um substituto para realizar as funções.

2. Avaliação do funcionário sem compromisso

Contratar temporários pode ser uma ótima oportunidade de encontrar novos talentos. O tempo que este profissional estiver na equipe pode ser usado como uma avaliação, e a empresa pode decidir se irá efetiva-lo ou não.  Não existe nenhuma restrição quanto a efetivação de temporários e isso pode ser realizado em qualquer tempo, a empresa pode esperar o contrato temporário acabar para, assim, efetivar o funcionário ou encerrar o contrato dentro do tempo de vigência para esse fim.

3. Economia para a organização

Os contratos temporários podem trazer economia para sua organização, pois você terá planejado os períodos de maior movimento e aumentará o quadro apenas quando necessário. Desta forma você evita que o funcionário fique ocioso.

O prazo de duração do contrato de trabalho temporário é de até 180 dias, podendo ser prorrogado por mais 90, desde que tenha um motivo justificador. De qualquer forma, o rompimento do contrato pode ser realizado a qualquer momento sem nenhum ônus para a empresa, isso quer dizer que se você contratou um profissional por 180 dias, mas a demanda de trabalho excessiva durou apenas 100 dias, você não precisa continuar com o funcionário por mais 80 dias, ele pode ser desligado antes do término do período contratado.

Além disso, o contratante não tem obrigação de fornecer para o temporário os mesmos benefícios oferecidos para os funcionários efetivos, salvo obrigações legais como vale-transporte, por exemplo. Se sua empresa possui auxílio educação, combustível, creche, bonificações por desempenho, plano de saúde, ou qualquer outro benefício extra, é opcional estendê-los aos temporários.

4. O trabalhador temporário não precisa exercer as atividades dentro da minha empresa

Você pode ter trabalhadores temporários dentro da empresa ou em outro local, desde que focados na atividade que foram contratados. Funções que não necessitam que o funcionário se desloque até a empresa e que podem ser realizadas remotamente podem se tornar vantajosas para a empresa, uma vez que não é preciso pagar o deslocamento do funcionário. Para o colaborador também pode ser benéfico, pois não precisa perder tempo no trânsito e ainda tem a opção de trabalhar no conforto de seu lar. Algumas opções de trabalho remoto são: administração, financeiro, marketing, TI, suporte técnico, entre outros.

Outra possibilidade é a contratação de temporários para serviços especiais como as ações de marketing promocional, como as blitz que podem ser realizadas em escolas, ruas, shoppings, bares ou eventos. Uma blitz promocional pode ser trabalhada com balões blimps, fantasias, promotores distribuindo amostras ou panfletos sobre o produto ou marca, gincanas e diversas outras ações. Estas atrações inovadoras e caracterizadas podem gerar um impacto positivo no cliente.

5. A contratação de temporários deve ser feita por uma agência

Por se tratar de um contrato de trabalho especial, obrigatoriamente deverá ser realizado por um intermediário: uma Empresa de Trabalho Temporário (ETT) devidamente registrada no Ministério do Trabalho. As empresas não podem contratar funcionários temporários de forma direta, como acontece com os efetivos. O intermediador deve firmar contrato por escrito tanto com o trabalhador temporário (contrato de trabalho temporário), bem como com a empresa utilizadora da mão de obra (contrato de intermediação de trabalho temporário). Neste, deverá constar expressamente e de forma específica o motivo da necessidade da contratação do trabalhador.

A Primer RH é uma agência registrada e apta a realizar todo o processo de recrutamento e seleção de funcionários temporários; administração da folha de pagamento; acompanhamento de assessoria jurídica, fiscal e sindical; etc. Ou seja, sua empresa não precisa se preocupar com nada.

#DicaDaPrimer: As demandas sazonais não são iguais para todas as empresas, isso pode variar muito de acordo com o ramo e até mesmo de cada setor de uma organização. Relembre os anos anteriores e identifique quais as datas e períodos em que houve sobrecarga de tarefas. Com estes dados em mãos você pode criar um calendário e programar a contratação de temporários.

 

Agora que você já tem motivos suficientes para contratar temporários para sua equipe, o que está esperando? A Primer RH pode te ajudar a encontrar o colaborador ideal para sua empresa. Nos contate clicando aqui.

Compartilhe